Idoso de 92 anos com Covid-19 é o primeiro a morrer por falta de UTI no Piauí

0
67

Um idoso de 92 anos anos, diagnosticado com Covid-19, foi o primeiro a morrer no Piauí por falta de leitos de UTI.

Francisco Xavier lutava há sete dias contra a doença e estava internado no hospital do bairro Primavera, na Zona Norte de Teresina.

A família denuncia negligência médica e antes da morte, campanhas foram realizadas nas redes sociais para a disponibilização da UTI.

“Estão tratado meu avô muito mal e colocando sempre meu avô em último na fila de espera da UTI, porque ele tem 92 anos de idade”, denunciou a neta, Érica Sousa, nas redes sociais.

Atualmente, mais de 100 pessoas estão na fila de espera por leitos e o sistema de saúde do estado entrou em colapso.

Esclarecimento da Fundação Municipal de Saúde:

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina informa que foi dada toda assistência necessária ao paciente Francisco Xavier de Sousa. Ele ficou em leito isolado e recebeu atendimento da equipe médica do Hospital da Primavera durante todo o tempo em que esteve na unidade. Começou usando cateter nasal e evoluiu para o uso da máscara reservatório (com oxigênio). A FMS esclarece que não houve diminuição de oxigênio para o paciente, e que ele acabou precisando de leito de UTI, a unidade hospitalar então solicitou, via regulação de leitos online, a remoção do paciente para unidade que tem UTI, pois lá na Primavera só tem leito clínico.

Infelizmente devido à alta demanda de pessoas precisando de leitos de UTI na capital, o paciente veio à óbito antes de conseguir a vaga. A fila de espera por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes graves com Covid-19 chegou a 187 pessoas em Teresina neste final de semana. Hoje 100% dos leitos estão ocupados.

Fonte: 180 Graus

Nova-Otica-2

DEIXE SUA OPINIÃO

Please enter your comment!
Please enter your name here