Pela primeira vez, Brasil ultrapassa 4 mil mortes por Covid em 24 horas

0
83

O consórcio de veículos da imprensa apurou nesta terça-feira (6) que, pela primeira vez na pandemia, o Brasil ultrapassou a marca de 4 mil mortes em 24 horas: foram 4.211 mortes, o maior número desde o começo da pandemia e reflete os dados represados do feriado da Páscoa. Já são 337.364 vítimas da doença no país.

Em 24 horas, 82.869 novos casos foram confirmados. São 13.106.058 diagnósticos. A média de casos está em 63.143 novos casos por dia, 16% a menos do que duas semanas atrás. É a primeira vez, desde 6 de janeiro, que temos redução acima de 15% na média de casos. Ou seja, tendência de queda nos casos.

A média de mortes chegou a ficar em estabilidade na segunda-feira (5), mas voltou à tendência de alta nesta terça. São, em média, 2.775 mortes por dia no Brasil, crescimento de 22% em duas semanas.

Com alta na média de mortes, estão 13 estados e o Distrito Federal. As maiores altas são no Rio de Janeiro (+104%) e em Mato Grosso do Sul (+70%). Oito estados estão em estabilidade, e cinco estão com queda na média de mortes. Amazonas (-26%) e Roraima (-24%) registraram as maiores quedas.

O Brasil continua como o principal foco de mortes no mundo. Com base nos números de segunda do site “Nosso mundo em dados”, por dia, em média, 9.812 pessoas morrem de Covid no mundo. No Brasil, a média era 2.698. Ou seja, o Brasil tem agora, sozinho, 27% das mortes diárias do planeta, mais do que o triplo dos Estados Unidos e bem mais do que Índia, Polônia, Itália, Rússia e México. Juntos, os outros mais de 180 países do mundo têm 44% das mortes. O Brasil tem 27% das mortes e apenas 2,7% da população mundial.

Em todo o país, 805.266 pessoas receberam a primeira dose em 24 horas. Somando a primeira e a segunda doses aplicadas nas últimas 24 horas, forma 1.090.720, o segundo maior registro desde o começo da vacinação. E o total de vacinados com a primeira dose chegou a 20.828.398, o que corresponde a 9,84% da população. Receberam a segunda dose 5.881.392 pessoas ou 2,78% da população.

Fonte: G1

Nova-Otica-2

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here