Altos perde por 4 x 0 para o Mirassol em São Paulo e tem missão difícil no jogo de volta pelas semifinais da Série D

0
70
Imagem: Reprodução MyCujoo

4 Com um primeiro tempo de alto nível no estádio José Maria de Campos Maia, o Mirassol-SP fez valer o fator casa neste domingo (17), goleou o Altos-PI por 4 a 0 pela ida da semifinal da Série D e abriu boa vantagem na briga por vaga na decisão.

Fabrício Daniel, Rafael Tavares e João Carlos (duas vezes) marcaram pelo Leão, que pode até perder por três gols de diferença no jogo de volta, que será disputado no próximo domingo (24), no estádio Felipe Raulino, em Altos (PI). Confira os detalhes do duelo que abriu a disputa:

O jogo

O início do Mirassol foi avassalador. A começar pelo pênalti sofrido por Netto aos quatro minutos após falta feita por Guilherme. Na cobrança, Fabrício bateu do lado esquerdo e abriu o placar. Logo em seguida, aos 11, o Leão ampliou – depois de corte errado da zaga do Altos, Rafael Tavares pegou a sobra e chutou colocado no ângulo.

A blitz dos donos da casa continuou após os gols. Marcelo, goleiro do Jacaré, fez três defesas em três lances seguidos, em tentativas perigosas de Netto (por duas vezes) e João Carlos. O Altos só chegou com perigo aos 22 minutos, em remate de Betinho salvo por Felipe. Contudo, mais uma vez o Mirassol foi ao ataque e balançou a rede. Aos 29, o arqueiro dos piauienses tentou afastar e chutou em cima de João Carlos, que pegou a sobra e estufou a meta vazia.

Depois do terceiro gol, Ferrari criou boa oportunidade pelo Altos, mas foi parado pelo goleiro. O Mirassol respondeu com Fabrício, que carimbou a trave após bonita tabela. No mesmo minuto, Vinícius deu carrinho forte, levou o vermelho e deixou o Leão com um jogador a menos. De qualquer maneira, os paulistas chegaram ao quarto tento aos 42: Netto atingiu o poste em finalização na saída do arqueiro, mas João Carlos pegou o rebote e marcou.

Na segunda etapa, o Altos se aproveitou da vantagem numérica e buscou mais o ataque. A equipe piauiense assustou aos seis minutos, em chute de Manoel rente à trave direita. Aos 13, foi a vez de Netinho fazer bela jogada dentro da área, girar e mandar no travessão. No entanto, o Mirassol também teve oportunidade de ampliar a goleada. Aos 24, Fabrício recebeu entre a zaga, limpou o goleiro e perdeu chance claríssima. Na reta final, os dois times tiveram oportunidades de marcar, mas pararam na falta de pontaria e nos goleiros. Sendo assim, o 4 a 0 se manteve até o apito derradeiro do árbitro.

Nova-Otica-2

DEIXE SUA OPINIÃO

Please enter your comment!
Please enter your name here