Promotora pede prisão domiciliar da mãe de Izadora Mourão

0
63

Ministério Público do Estado do Piauí pediu a decretação da prisão domiciliar de Maria Nerci dos Santos Mourão, denunciada à Justiça por homicídio triplamente qualificado contra a própria filha, a advogada Izadora Santos Mourão, morta a facadas dentro de casa no último dia 13 de fevereiro, na cidade de Pedro II, região Norte do Piauí.

O pedido, que havia sido feito pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP –, ao final do inquérito, foi ratificado nessa segunda-feira, 1º de março, pelo Ministério Público em razão da necessidade de se garantir a ordem pública e a devida instrução do processo legal.

Durante as diligências realizadas pela Polícia Civil, os policiais constataram que Maria Nerci dos Santos Mourão tentou de forma reiterada atrapalhar o curso das investigações, criando álibi e coagindo testemunhas do caso. Em razão disso, fez-se necessário o pedido da medida cautelar proposta pelo representante ministerial.

Além disso, Maria Nerci é agora a única responsável pelo filho mais velho, Vencerlau Santos Mourão, que possui esquizofrenia paranoide simples e tinha como seu representante legal João Paulo Mourão, que atualmente encontra-se preso na Cadeia Pública de Altos acusado da morte da irmã, Izadora Mourão.

Fonte: GP1

Nova-Otica-2

DEIXE SUA OPINIÃO

Please enter your comment!
Please enter your name here