Acusado de assassinar o próprio irmão a facadas em Campo Maior é preso, mas liberado em seguida.

Geral Polícia

A Polícia Militar de Campo Maior realizou, no início da tarde desta segunda-feira (16), a prisão de Francinaldo Faustino da Silva, 36 anos, acusado de terassassinado a facadas o próprio irmão, Lindomar Faustino da Silva,  no último sábado (14), na localidade São Joaquim, zona rural de Campo Maior.

Em entrevista, Major Etevaldo, Comandante do 15° Batalhão de Polícia Militar de Campo Maior, explicou que desde o dia do crime, as equipes seguiam em diligências na região. Francinaldo Faustino estava escondido em um matagal na mesma localidade onde ocorreu o crime. O acusado confessou o crime, mas disse que agiu em legítima defesa após ser agredido pelo irmão durante uma discussão.

“A prisão ocorreu lá mesmo no povoado São Joaquim, nas proximidades do local onde o crime aconteceu. O acusado hoje pela manhã foi localizado pela Polícia Militar e desde o último sábado, as equipes permaneceram em diligências na região. Recebemos uma informação precisa onde ele se encontrava. Ele confessou o crime após uma discussão de fato, com o irmão, que já existia de 2 a 3 dias antes. O estopim foi no sábado. Eles travaram uma discussão. O irmão, segundo ele, o agrediu com um pedaço de madeira e ele, ao se defender, utilizou uma faca que estava na cintura. Após isso, fugiu ara algumas localidades nas imediações”, explicou.

Após a prisão, a Polícia Militar apresentou o acusado na Delegacia de Polícia Civil de Campo Maior. No entanto, Francinaldo Faustino foi liberado da unidade por estar fora do período de flagrante, além de não constar com antecedentes criminais, segundo o delegado Perikles Lima, que ainda informou que representará por sua prisão. Com exclusividade, a reportagem flagrou o exato momento em que o acusado deixa a delegacia.

Fonte – Meio Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *